Esta é a parte final da peça “Liberdade, Igualdade e Fraternidade com Justiça e Lealdade“, que para a melhor compreensão do leitor, é importante que seja lida a Parte I –> AQUI.

Já a Parte II, que também dever ser lida para um melhor contexto do tema, você encontra  –> AQUI.


Pois bem, falemos então de FRATERNIDADE, que é parentesco de Irmãos, irmandade, amor ao próximo, fraternização. FRATERNIDADE significa união ou convivência como irmãos, harmonia, paz, concórdia.

 FRATERNIDADE é agirmos como verdadeiros irmãos, e ser fraterno deve ser uma ação natural, a qual é feita com alegria, com espontaneidade, com entusiasmo, com satisfação. 

É muito triste quando temos o desprazer de vermos Irmãos digladiando entre si como verdadeiros antagonistas, quando na verdade deveriam estar mais do que nunca unidos, sob a égide protetora da base filosófica da Maçonaria, que vem atravessando os tempos como uma pirâmide bem elaborada, pois seu alicerce foi muito bem construído para não abater em face das más condutas de alguns elementos integrantes de seu quadro.
Há Irmãos que preferem passar por um outro Irmão como se estivesse distraído, somente para não ter que dizer-lhe “bom dia, boa tarde, tudo bem?“, o que para ele já seria o bastante em sinal de FRATERNIDADE.
FRATERNIDADE não é apenas chamar outros homens de irmão, mas sim agir como tal, respeitá-lo como tal, e principalmente aceitá-lo como verdadeiro irmão da forma como ele é. Convém refletirmos sobre o assunto.
Bem meus Irmãos, após relembrarmos os conceitos de LIBERDADE, IGUALDADE e FRATERNIDADE, não podemos esquecer outros dois princípios tão importantes quanto estes, o da JUSTIÇA e o da LEALDADE, os quais, mais que qualquer outro Irmão, temos a obrigação de mantê-los sempre vivos em nossas mentes.
Pois bem, JUSTIÇA é a conformidade com o direito, a virtude de dar a cada um aquilo que é seu, é a faculdade de julgar segundo o direito e melhor consciência.
Dar a cada um o que é seu, deve ser imediatamente relacionado com o direito de reconhecer cada irmão, como verdadeiro irmão, é lembrarmos que ele é absolutamente igual a todos nós, e o que é mais importante que ele é livre, e essa liberdade deve ser respeitada.

Devemos ser justos, para que tudo esteja justo e perfeito.

Isto talvez nos ajude em nossas reflexões.
LEALDADE é a qualidade, ação ou procedimento de quem é leal. Ser leal é ser sincero, franco e honesto, fiel a seus compromissos.
Porém ser sincero, franco e honesto não deve ser visto como um direito de falarmos de forma áspera, tudo aquilo que pensamos a respeito de nossos irmãos, nem tampouco de dizer tudo aquilo que entendemos como sendo correto, pois devemos antes de mais nada lembrar da FRATERNIDADE que deve haver entre nós, e da necessidade de sermos tolerantes, antes de cobrarmos a tolerância de nossos irmãos. Isto também deve ajudar em nossas reflexões.

Bem caríssimos Irmãos, este trabalho não tem a finalidade de reprimir ninguém, nem tampouco sua intenção é direta. O que este Irmão deseja é que consigamos manter nossas mentes abertas para estes conceitos, refletindo a cada instante, pois assim certamente praticaremos a LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE COM JUSTIÇA E LEALDADE.

Irm:. Julio César Magnani
Or:. de Lins – SP