Para entender melhor é importante ler A MAÇONARIA NO MUNDO ISLÂMICO


        A Maçonaria é proibida, em geral, nos países árabes. Houve um florescimento da Maçonaria na Argélia, antes de sua independência. A Maçonaria é proibida em todos os países árabes, exceto o Líbano e Marrocos. As lojas trabalhando nas bases americanas nesses países são uma exceção.

MARROCOS

A Grande Loja de Marrocos foi consagrada pela GLNF em 1999. O Venerável Irmão Claude Charboniaud, Grão-Mestre da GLNF, desejando realizar esta cerimônia com a participação do Grão-Mestre da Grande Loja existentes em um país islâmico, graciosamente convidou o Grão-Mestre da Grande Loja da Turquia, Irmão Sahir Akev Talat, para uma cerimônia de consagração conjunta. Nosso Grande Mestre não pode comparecer devido à sua saúde precária, e ele passou para o Oriente Eterno, em 14 junho de 2000, no dia da consagração da Grande Loja de Marrocos. A Grande Loja da Turquia fora representada por outro Grande Oficial.
         Anteriormente, em 23 de março de 1973, o Supremo Tribunal de Casablanca, após um longo processo judicial, deu o veredicto de que a Maçonaria era compatível com o Islã. Este veredicto foi publicado na Tesviye No. 51 [revista maçônica Turca], tanto em turco quanto em sua tradução oficial francesa.

EGITO

A Maçonaria Egípcia tinha estado de mãos dadas com a Maçonaria Otomana. Quando a Grande Loja da Turquia, depois de ser reconhecida e, mais tarde, reconsagrada pela Grande Loja da Escócia, para obter o seu reconhecimento pela GLUI e a GL da Irlanda, demonstrou que sua origem era regular mostrando que a Loja Resne, uma de suas lojas fundadoras teve sua Carta Constitutiva da Grande Loja do Egito, a obediência regular na época.
         A Grande Loja do Egito teve períodos regulares e irregulares em sua história. Halim Pasha, filho de Mehmet Ali Pasha de Kavala, que foi o primeiro Khedive (vice-rei) do Egito, fundou o Rito Escocês na Turquia em 1861 e no Egito em 1866, e foi os supremo Grande Comandante em ambos os países. Como a Grande Loja do Egito começou a aceitar alguns ritos irregulares, como o Rito de Memphis – Misraïm, a GLUI a declarou irregular e fundou sua própria Grande Loja Distrital, em 1867, com Halim Pasha como seu primeiro Mestre. O sobrinho de Halim Pasha, o Khedive Ismail que abriu o Canal de Suez era provavelmente um maçom, mas não há registro escrito para provar isso. Por outro lado, seu filho foi iniciado, sem sombra de dúvida.
         Em 1952, após o Rei Farouk ter sido destronado, a Maçonaria entrou em desgraça e foi fechada após a crise de Suez de 1956, por Gamal Abdel Nasser.
         Hoje, apesar de que a esposa rotariana de Husni Mubarak, o presidente do Egito, organiza as relações exteriores do Rotary egípcio, esta organização é considerada pela comunidade islâmica radical como uma maçonaria camuflada.

Continua…


por Ir.´.  Celil Layiktez P. Asst. G. M.

Loja Zeytin Dali No. 146 da Grande Loja da Turquia

Editor de TESVÝYE (O Nível) – Revista Maçônica da Grande Loja da Turquia

Tradução: José Antonio de Souza Filardo, M.´. I.´.

Fonte: Bibliot3ca Fernando Pessoa – Publicado originalmente em  http://www.freemasons-freemasonry.com/layiktez1.html