O Jornal Nacional foi obrigado a interromper a censura contra Lula e destacou a participação do ex-presidente durante ato virtual das centrais sindicais em celebração ao 1º de Maio. O fato repercutiu nas redes.

O ato virtual das centrais sindicais por ocasião do 1º de Maio, Dia do Trabalho, obrigou o Jornal Nacional a interromper a censura e destacar os discursos dos ex-presidentes Lula e Dilma.

Durante o evento, que foi transmitido nas redes sociais, o tom das mensagens foi de união para enfrentar a pandemia do coronavírus e de crítica ao governo Jair Bolsonaro. 

Na edição, o Jornal Nacional destacou a participação de Lula e FHC no mesmo palanque virtual.

O fato é considerado inédito pois a emissora tem ignorado os fatos quando o assunto é Lula. O ex-presidente chegou a cobrar do Jornal Nacional a veiculação de sua absolvição na farsa apresentada pelo ex-PGR Rodrigo Janot contra ele e a ex-presidente Dilma Rousseff. “Lula absolvido. Lula Livre. Cai a farsa do “quadrilhão”, que Dallagnol usou de base do Power Point e Moro nas farsas judiciais contra Lula. Vai ter quantos minutos no @jornalnacional ?”, cobrou o ex-presidente pelo Twitter

No últimos dias, em meio à crise do governo Bolsonaro, os ex-presidentes continuaram a ser excluídos da edição da Globo, enquanto o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi ouvido em três destas ocasiões e o ex-presidente José Sarney em uma.

Nas redes sociais, o fato repercutiu entre os internautas.

ⲄⲞꓓⲄⲒꓖⲞ ⲘⲈⲚꓓⲈⲊ@babilloon

FHC, LuLa, Dilma, Ciro , Marina
no JN
Eu

Vídeo incorporado

8Informações e privacidade no Twitter AdsVeja outros Tweets de ⲄⲞꓓⲄⲒꓖⲞ ⲘⲈⲚꓓⲈⲊDelmar Alves ❁@alves_delmar

Mensagens do dia do trabalhador de Lula e Dilma serão exibidos no Jornal Nacional.
Pensa em um milagre e
multiplica por 10.#JN7Informações e privacidade no Twitter AdsVeja outros Tweets de Delmar Alves ❁Delmar Alves ❁@alves_delmar

Mensagens do dia do trabalhador de Lula e Dilma serão exibidos no Jornal Nacional.
Pensa em um milagre e
multiplica por 10.#JN7Informações e privacidade no Twitter AdsVeja outros Tweets de Delmar Alves ❁

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.